expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>>>'>

20.2.13

sobre danos causados ao enxoval hoteleiro

Breve resumo 


Ações que causam danos 

Os danos são inúmeros das mais variadas maneiras, citarei bem resumidamente.

Hábitos indevidos no intervalo da arrumação de apartamentos,troca e guarda na rouparia suja e limpa.
 Por Mau uso: limpar, polir sapatos,tinturas e etec...

                               autoria da foto\selmamotta
                               16 lindas camisetas; minhas é claro.;ganhei-as em um evento.



  • dos hospedes
  • da lavanderia 
  • na coleta,
  • transporte,
  • lavagem,
  • acabamento 
  • e entrega do enxoval.

È evidente as ações diferenciadas no resultado entre
  • Hospedes,funcionários,sistema hoteleiro e a lavagem terceirizada,ou seja: 3 visões diferentes para o mesmo objetivo e metas,por caminhos diferentes.
  • Danos causados por hospedes è de difícil prevenção\solução,por tratar-se de comportamento imprevisível, e pode ser cobrada portanto minimizada( dependendo do conceito do hospede do Hotel).
  • Funcionários do Hotel( lavanderia interna a ação  è preventiva e requer disciplina.
  • Lavanderia terceirizada, há 1ª disciplina e a 2ª comunicação para gestores. A comunicação gera o conhecimento dos fatos e o compromisso das partes na verificação das causas.
A evolução das maquinas métodos e produtos.transformaram a lavagem de roupas do convencional  para um processo cientifico, diminuindo assim os "achismos", que era amplamente aplicado.

Essa Evolução permitiu avanços na higiene e limpeza, deixando, o sistema de hospedagens a óbvia relação que existe entre os hóspedes e os enxovais.

Com a modernidade das maquinas industriais, o ciclo da lavagem,foi orientado por especialistas de lavanderias, como um conjunto de 4 fatores denominados:
  • Ação química( produtos na lavagem);
  • Ação mecânica( maquina);
  • Ação temperatura( calor\ água quente);
  • Ação tempo( atuação dos produtos na lavagem.
Esses 4  fatores funcionavam no passado,como referencia e era denominado de ( circulo de sinner). Hoje  no exato ano de 2103, não é valido somente esses 4 quesitos( fatores).

A competitividade e a profissionalização do mercado, inclusão de legislações sanitárias,trabalhistas e ambientais especificas do processo de lavagem favorece a mudança do foco ( sinergético) para o (sistêmico), aliar os 4 fatores aqui citados, como novas necessidades e tecnologias do ambiente, como:
  •  ações  Biológicas(produtos enzimáticos na lavagem), 
  • equipamentos( sistema de informatica\ eletrônica) 
  • fibras têxteis(tipo, composição,cores),
  • sujidades( tipo, origem,composição),
  • água( tipo,qualidade, classificação e custo)
  • ecologia\ meio ambiente( capacitação,uso,tratamento,despejo de resíduos).
  • clientes( velocidade, qualidade e custo).
  • equipes( ( treinamento e segurança),
  •  logística( integração e distribuição do processo determinam nova dimensão no conceito de lavagem.( a visão sistêmica).
A lavagem de roupas, detém métodos para remover as sujidades com baixo ou nenhum risco de danos ao enxoval,exceto por aplicações inadequadas de produtos ou processos.

Os métodos compreendem: por imersão, lavagem manual e mecânica.os processos e produtos utilizados são orientados em função das sujidades encontradas e das características de operação.

Os processos compreendem: a lavagem de roupas com sujidades leves( pó,poeira,suor), pesado( graxas,óleos,pigmentos),e contaminadas( hospitalar).

Peças de roupas com desgastes naturais não são considerados danos.O desgaste è parte do ciclo de vida útil do enxoval. 


Os danos podem ser decorrentes de manchas consideradas de difícil remoção, ou irremediável,ambas por falhas de procedimentos dos gestores\operadores e contribuem para  danos prematuros do tecido pela tentativa de remoção com a adição de produtos e misturas indevidas e esforço mecânico exagerado.

Acesse o link: chip-inibe-extravio-de-enxoval-hoteleiro.html

visitantes

Google+ Followers

Seguidores