expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>>>'>

3.7.16

INTERCAMBIO CULTURAL,TODOS PODEM



COMO SABER O MOMENTO IDEAL PARA SE FAZER UM INTERCAMBIO





Você sabia que experiência no exterior traz resultados positivos na vida pessoal de um aluno?. Tem aumentado e muito o intercâmbio cultural entre os brasileiros em diferentes destinos no mundo afora.
Mas a questão é: Qual o momento mais adequado ?.

Viajar para ganhar experiencias.
Crèdito foto: site tudo de intercambio

·    
  •   Fazer a viajem durante o ensino médio?
  • Fazer a formação do segundo Grau e viajar antes de entrar na faculdade?
  • Trancar a faculdade e ficar um período fora do País ? Ou esperar a formatura?
  • É possível entrar no Mercado de trabalho e fazer um curso no exterior em período de férias, ou um curso pago pela empresa?
  •  Dá para reservar um período aos sábados ou realizar o sonho durante a aposentadoria?


UFA, VAMOS LÁ!

Antes de tudo, é preciso analisar esse quadro e depois estabelecer o objetivo dessa viagem.


ENSINO MÉDIO


Normalmente o aluno da HIGH SCHOOL, decide isso junto a seus pais. É 

importante pesar na balança o nível do inglês, a maturidade, e período para a 


viajem, sem prejudicar os estudos no BRASIL, também definir o tempo de 


estadia no País, que habitualmente é de 6 meses a 1 ano.


ADIAR O INICIO DA FACULDADE ?


È uma opção muito comum entre os jovens, para os que estão em dúvida, é 

uma escolha assertiva. A experiência do intercambio traz mais segurança, 


quando o aluno iniciar na Universidade, quando do retorno ao BRASIL, ou pode 


–se optar pela graduação no exterior.

Outra escolha usual entre as pessoas é para quem precisa melhorar o segundo 


idioma e não encontra o tempo disponível para isso, o curso pode ser realizado 


no período de férias da faculdade ou do trabalho, bastando que o aluno se 


dedique, e mesmo nesse curto espaço de tempo, pode ser benéfico.


Alunos que fazem Intercambio
Crèdito foto: i Stock site tudo sobre intercambio


O ALUNO PODE NESTA VIAGEM...
  •       Chegar a objetivos específicos;
  •    Aprimorar outro idioma;
  •    Fazer um curso em sua área de atuação, e expandir os limites;
  •    Conhecer novas culturas, buscar novas possibilidades;
  •   Isso é dirigido a todas as faixas etárias de aluno.

PARA OS APOSENTADOS:


Os que não tiveram a oportunidade de realizar um intercambio, quando jovem, 

visualizam faze-lo na aposentadoria, esse sonho. O intercâmbio cultural vem 


num crescente para as pessoas dessa faixa etária. Alguns Colégios ofertam 


esses cursos específicos para esse público.


MAS COMO  ISSO SERÁ FEITO?QUAL A MELHOR EMPRESA A ESCOLHER?


Bem, independente do quadro, é importante procurar uma agencia seria e 

fortalecida no Mercado, para esse suporte ao aluno.

Os Consultores educacionais, são mais bem indicados para sanar as dúvidas e 


colaborar no planejamento do intercâmbio cultural.


CONCLUSÃO

Lembra das questões levantadas no início do texto?

Sim, não há formulas prontas, quando se trata de fazer um intercâmbio, 

não há certo ou errado. O que vale, é o momento adequado para cada fase 

que a pessoa está vivendo e que esta opção atinja um ou mais objetivos.

Um bom PLANEJAMENTO pode fazer o aluno atingir o sonho do intercambio e receber resultados positivos.



Referência: BrasilTuris Jornal Informativo Turístico, Set. 2014.




visitantes

Google+ Followers

Seguidores